Projeto URA oferece oportunidade de contato com a robótica aos alunos de escolas públicas

Robótica parece ser um assunto muito distante da nossa realidade, principalmente nas escolas públicas do país, que na maioria das vezes, possuem estruturas precárias e poucos recursos. Nesse contexto surge o projeto Um Robô por Aluno (URA), da Escola de Ciências e Tecnologia (ECT) da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), que tem como objetivo ensinar lógica de programação, eletrônica e robótica aos alunos de escolas públicas de Natal.

O projeto iniciou com o professor Aquiles Burlamaqui e Luiz Eduardo Leite no Laboratório Natalnet. Hoje é coordenado pelo professor Orivaldo Santana que trabalha em conjunto com os discentes William Ribeiro e Marcus Paulo Dantas, que também fazem parte do Grupo de Interação Maker (GIM), para sempre melhorar o programa.

“Para nós, a questão da pesquisa é um desafio”, disse Marcus Paulo, “Temos que deixar o projeto o mais simples possível para que uma criança de qualquer idade possa entender”.

William explica que os robôs são construídos majoritariamente com materiais recicláveis ou de baixo custo, com o objetivo de baratear o produto final e fazer com que as escolas adotem o projeto em sua grade curricular. Conta que a placa de Arduino é feita no laboratório da ECT e outras peças são confeccionadas em impressora 3D. O modelo atual utilizado nas aulas gira em torno de R$50,00 reais, mas com a parceria que pretendem firmar com o setor de materiais da UFRN para conseguir materiais, a tendência é que o custo baixe ainda mais.

IMG_20170523_103815346_HDR

Marcus Paulo Dantas (à esquerda) e William Ribeiro com os modelos de robôs utilizados nas aulas

O projeto está sendo catalogado para que os professores de ensino médio que queiram adotar a iniciativa não precisem necessariamente ter um largo conhecimento em robótica. Então grande parte do conteúdo é disponibilizado no GitHub (plataforma para hospedar arquivos) com tutoriais de montagem do robô, da estrutura até a placa; e materiais de aula.

A divulgação do URA é basicamente feita por meio de rede social e visitação em escolas. Por conta da indisponibilidade de laboratórios maiores, atualmente estão participando das aulas, em média de 15 a 20 estudantes do ensino médio.

A iniciativa também tem como objetivo preparar esses jovens para a Olimpíada Brasileira de Robótica (OBR), que acontece em novembro e Fagner Freire, o responsável por ministrar as aulas, conta que os conteúdos são apresentados de forma que eles consigam construir o passo a passo do robô, por exemplo, como funciona o motor, fazer a leitura do sensor e assim por diante.

IMG_20170508_145636940

Fagner Freire ministrando a aula que acontece toda segunda-feira à tarde

IMG_20170505_111743033_HDR

Primeiro modelo (à esquerda), que é feito de papelão e os dois mais atuais

IMG_20170505_112455641_HDR

Robô que está na fase final de construção e testes

119 thoughts on “Projeto URA oferece oportunidade de contato com a robótica aos alunos de escolas públicas

Deixe uma resposta